29 setembro, 2010

Noite

couple_by_djbabydyke @deviantart

Há um mundo rarefeito
emergido da tua voz
que passeia no meu íntimo
em eufonia

Súbito vento em cabelos azeviche
mudam a direção cadenciada
na dança de mãos

Colada em tua boca
devoro o todo
sorvo as sobras
e teu perfume
seguro em minhas pétalas
a catarse da vertigem

Em outra dimensão
- desnuda -
sou a lua

Por ser efêmero o gozo
Basta teu olhar
E a noite existe.

Um comentário:

poetamatematico disse...

Caramba!

"Seguro em minhas pétalas
A catarse da vertigem"
...

"Por ser efêmero o gozo, basa teu olhar e a noite existe"

Palmas, palmas! Como palavras tão simples podem ter este efeito tão catalisador de emoções?