03 agosto, 2006

Primavera da Vida














Obrigada Deus
por meus 21 anos de existência
cada sorriso
cada amigo
que tive
que tenho
cada amor
cada dor
que senti
que sinto
cada alegria
cada tristeza
que fez
que faz
de mim um ser
melhor e mais forte
a cada obstáculo
a cada saída
Obrigada
por minha família
o fundamental
o elementar
sem a qual
não seria
quem sou
caráter
força
moral
magia
confundem-se no meu ser
peço,
que nunca deixe de existir dentro de mim
a criança
a amiga
a irmã
a filha
a professora
enfim...
todos os papéis que fazem de mim única.
Obrigada Senhor
por estar todos os dias
me vigiando
me guardando
e abençoando
não por 21 anos,
mas em toda minha existência...
Nesse dia, em que me sinto mais forte e inabalável
só o que peço
é para que Tu protejas todas as pessoas da minha vida,
que são anjos por Ti enviados para de mim cuidar
e me mostrar o sentido que a vida tem...
AMAR!


OBS: Escrevi este poema em 30/04/1999. Hoje, com 28 anos, 7 após ter escrito este singelo poema, fiquei muito emocionada quando minha mãe me presenteou com esta poesia que tinha guardado com muito carinho. E, por tanta felicidade em ver que ainda tenho tudo o que amo e muito mais, pois hoje sou também MÃE..., desejo dividir com vocês, leitores e amigos que tanto somam à minha vida.

2 comentários:

Carol disse...

Querida Carol,
Fiquei muito feliz com o seu retorno!!! Sua mãe fez muito bem em lhe mostrar essa delicadeza que você escreveu há sete anos...
Eu postei hoje um poema lindo do Drummond lá no Casa de Leitura, passa lá: http://casadeleitura.blogspot.com/
e tenha um ótimo regresso a sua família de amigos na internet da qual eu com alegria faço parte! Beijos. Carol

Claudio Eugenio Luz disse...

Minha cara é gratificante encontrar nas palavras a história construida, dia a dia, por nós mesmos.

hábeijos